Bendita obscenidade

Ando em pulgas para ver este filme há meses, cuja edição em DVD só há bem poucos dias está disponível na Amazon. A Grove Press (hoje Grove Atlantic) do senhor Barney Rosset foi o laboratório do que melhor se publicou e editou nos EUA dos anos 50 aos 70 do século passado, tornando-se numa referência de qualidade nos paperbacks, hardbacks e na edição de revistas, através da Evergreen Review. Grande parte desse sucesso se deveu às capas de Roy Kuhlman, um unsung hero do design gráfico americano que teve durante anos uma relação conflituosa com Rosset (que acabou com o seu despedimento), mas cuja colaboração resultou em centenas de capas soberbas, feitas num ritmo alucinante. Pelo que li no By its Cover de Sternberger e Drew, Kuhlman ter-se-á cansado das leis do mercado e preferiu desistir do design gráfico a obedecer à estupidez crescente dos seus clientes. Honni soit qui mal y pense

Leave a comment

Filed under Soltas

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s