Heinz Edelmann outra vez (ou um parêntesis tolkeniano)

A propósito do lançamento que fizemos (a Livros de Areia) do ensaio A Simbólica do Espaço em “O Senhor dos Anéis”, o primeiro publicado em Portugal – e por um autor português – sobre a obra de J.R.R. Tolkien, lançamento ocorrido no passado dia 12 durante o Fórum Fantástico de Lisboa. A meio da “conversa, referi as edições de Tolkien da Klett-Cotta ilustradas por Heinz Edelmann como um exemplo raro de liberdade interpretativa na ilustração editorial em torno dos livros deste autor, ainda muito atreita a um certo conservadorismo iconográfico (leia-se: a brigada do dragão).

Prova A

Com a propriedade que lhe compete,  a autora do ensaio, a Professora Maria do Rosário Monteiro, afirmou que essa rigidez formalista no que toca à imagem das edições de Tolkien se deve mais a uma estratégia dos herdeiros do que a uma obediência cega a qualquer imposição feita pelo autor da Trilogia, concorrendo para esta leitura os factos de a edição mais “heterodoxa” da Klett-Cotta ter surgido em 1969/70 (ou seja, três anos antes da morte de Tolkien – Prova A) e a primeira edição portuguesa da Europa-América ter surgido em 1983, dez anos depois da morte de Tolkien e seguindo já uma linha reverencial e de grafismo algo “cristalizado”. Achas para uma discussão entre os tolkenianos.

Leave a comment

Filed under Da casa, Eventos

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s