Sardinhas e lua


Uma curiosa solução gráfica para a edição de 1971 (Itau Editores, de Lisboa, ainda que o livro não traga qualquer ficha técnica) de Sardinhas e Lua de Altino do Tojal, a mesma colectânea de contos que dois anos depois seria reeditada com o título pelo qual todos a conhecem hoje: Os Putos. Esta foi, pois, a segunda e última edição destes textos sob este título (depois da edição inicial de 1964, em Braga).

O formato rectangular acentuado ao alto (com uma largura desproporcional face à altura) parece ter sido do agrado dos grafistas por esses anos (em especial no exemplo da colecção “Livro B” da Estampa, pela mão de Alda Rosa), e é aqui explorado ao limite por Alice Trigueiros (de quem não possuo qualquer outra referência), particularmente na forma arrojada em que compõe os separadores com os títulos dos contos, no que poderia ser uma aproximação lúdica e infantil a um texto onde as crianças possuem o lugar central, pela desconstrução da linearidade do alinhamento das letras (ubíqua Helvetica) e da hierarquia do eixo vertical. Seja qual a interpretação a dar-lhe, é uma surpresa visual marcante e totalmente baseada num efeito tipográfico. (O facto de ter encontrado este exemplar a 1 euro num alfarrabista apenas aumentou o efeito dessa surpresa).

Leave a comment

Filed under Capas, Livros

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s