Tag Archives: João Abel Manta

Cartoons 1969-1975

A falta em Portugal de um portal de vendas de livros usados (à imagem do eBay, por exemplo, que tem uma versão espanhola) faz destas coisas. O acaso de uma pesquisa no Google trouxe-me ao conhecimento o anúncio anónimo da venda de “um livro” de João Abel Manta. Apenas isso, sem fotos ou quaisquer outras referências. Um contacto por email revelou o tesouro. Trata-se de um exemplar da edição de O Jornal de 1975 dos Cartoons 1969-1975 de João Abel Manta, com prefácio de José Cardoso Pires. Não resisti a pedir fotografias desse raríssimo volume e e algumas delas aqui estão. Como nunca ninguém se lembrou de reeditar isto, escapa-me. Para os interessados numa possível compra, o contacto será este (lembro que, neste processo, sou meramente um intermediário desinteressado e muito invejoso de quem vier a ficar com este volume).

img_2307jam

img_2308jam

img_2316jam

img_2317jam

img_2336jam

Noto, de novo, o sábio uso da Futura (que se repetiu na obra prima de JAM, as Caricaturas) e a soberba textura dos seus desenhos, sobretudo os que ostentam em legenda a sua caligrafia “infantil” perfeitamente estilizada. Mas sobre isto (e sobre a exposição que se mantém no Museu Bordalo Pinheiro até dia 1 de Fevereiro, e que me parece enfermar de alguns paradoxos que minam uma obrigatória, urgente e já tardia recuperação popular da obra de JAM) escreverei algo em breve.

Advertisements

Leave a comment

Filed under Capas

Prolongamento

museubordaloconvite1

Foi prolongada até 1 de Fevereiro a exposição sobre João Abel Manta no Museu Bordalo Pinheiro (ao Campo Grande). Por manifesta vergonha, não vou sequer abordar o facto de a sua inauguração em Novembro passado me ter passado completamente ao lado, tal como a primeira, em 1992, já me escapara. Trata-se, agora, de dar prazer aos olhos. Acompanhando esta exposição, foi editado um livro/catálogo pela Assírio e Alvim com a autoria do seu comissário, João Paulo Cotrim.
Nota: na Associação 25 de Abril (Rua da Misericórdia, à Trindade) podem comprar-se a preço da chuva excelentes reproduções de 3 cartoons de JAM sobre o programa cultural do MFA, bem com dos dois dos seus mais famosos cartazes “revolucionários” (um deles também reproduzido num dos mais ubíquos selos a circular em Portugal na segunda metade da década de 1970).

Leave a comment

Filed under Eventos

Excelentíssimo

dinoexcelentis1

dinoexcelentis2

Um exemplar de uma edição pós-Revolução de Dinossauro Excelentíssimo de José Cardoso Pires (a da Europa-América, de 1974 presumo, que se sucedeu à famosa edição da Arcádia de 1972) está em exposição e venda na Sá da Costa do Chiado (onde também muitas e fabulosas capas de Sebastião Rodrigues se destacam, tão frescas hoje como há mais de 30 anos). As ilustrações de João Abel Manta são, claro está, de se ficar a olhar para elas muito tempo, mas o preço não permite mais do que um flirt de esquina de mesa.
Nota: sou um admirador confesso de João Abel Manta, e agradeço desde já qualquer indicação de avistamento de livros ou jornais ilustrados por ele.

1 Comment

Filed under Livros

Um cartaz de João Abel Manta

benilde

Mesmo fotografado com a (pouco fiável) câmara de um telemóvel, este cartaz mantém a excelência que o faz destacar-se dos restantes que, cobrindo a obra de Manoel de Oliveira, estão expostos na Cinemateca Portuguesa. E parece que nos faz uma singela pergunta: porque raio não está ele, e os outros cartazes e obra gráfica de João Abel Manta, exposto mais regularmente? Alô, Gulbenkian? E, já agora, se os cartazes do cubano René Azcuy, muito semelhantes em estilo (serigrafias com contraste de áreas planas a preto com imagens em meio tom) e contemporâneos, são expostos, coleccionados e defendidos por esse mundo fora, porque tem o público português de esperar por um ciclo de cinema para ver um cartaz de JAM?

Leave a comment

Filed under Cartazes, Eventos